Como são formados os preços em impressão 3d? #impressao3d

October 24, 2017

 

Os itens de custo mais comuns em projetos de impressão 3D ou manufatura aditiva (sem modelagem 3D e sem outros itens como acabamento artítstico ou pintura especializada) são:

 

  • Hora Maquina - Diz respeito ao custo de oportunidade de uso do equipamento para projeto X em detriment do projeto Y.

  • Depreciação - Perda de valor do equipamento ao longo do tempo em razão do desgaste. Geralmente 20% a cada ano totalizando perda integral em 5 anos.

  • Amortização - Valor esperado de retorno do investimento sobre o montante pago pelo equipamento

  • Manutenção - Custos de eventuais manutenções corretivas, preventivas e preditivas em impressoras 3D.

  • Energia Elétrica - Apesar de parecer um contrasenso, pode até representar valor mais elevado que o de insumos como filamentos ABS ou PLA, por exemplo.

  • Hora Homem - Custos trabalhistas e todos os encargos como impostos, FGTS, férias e 13o para profissionais especializados em impressão 3D.

  • Insumo - Material utilizado diretamente na produção que pode ser pó, filamento, resina, nylon, flex, etc.

  • Custos indiretos: custos não diretos como os administrativos, limpeza, TI, telefonia, internet, aluguel*, etc

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque